Norma Regulamentadora NR 10: o que é, objetivos e importância!

A norma regulamentadora NR 10 se trata de uma medida que visa a proteção dos profissionais que trabalham com instalações elétricas e serviços que envolvam eletricidade.

Essa norma estabelece os requisitos e as condições mínimas para que o ambiente de trabalho não coloque a segurança e a saúde dos trabalhadores em risco. 

Quer entender mais sobre o assunto? Acompanhe a leitura do artigo!

 

O Que É a Norma Regulamentadora NR 10?

norma-regulamentadora-nr10-o-que-e

A NR 10 é uma norma regulamentadora chamada de “Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade”. Ela foi criada em 1978 e passou por algumas atualizações até ser finalizada e publicada em 2004 pelo Ministério do Trabalho.

Segundo o texto, todas as instalações elétricas de empresas públicas e privadas devem atender aos requisitos e as normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). 

Caso a companhia não esteja adequada a essas normas, que visam promover a segurança dos colaboradores, será penalizada.

Além disso, os profissionais que trabalham de forma direta ou indireta com serviços que envolvem eletricidade devem obrigatoriamente realizar o curso de NR 10 básico

Desta forma, estarão aptos para identificar riscos provenientes da eletricidade, prevenir acidentes e, de modo geral, trabalhar de maneira mais segura.

 

Quais os Objetivos da Norma Regulamentadora NR 10?

O principal objetivo da norma regulamentadora NR 10 é minimizar os riscos associados ao uso de energia elétrica para promover segurança e saúde aos colaboradores que trabalham com eletricidade.

Desde que foi implementada, a NR 10 já gerou mudanças positivas para empresas e profissionais que atuam com atividades de instalação, manutenção e operação de máquinas e instalações elétricas.

objetivos-da-norma-regulamentadora-nr10

 

Quais as Medidas de Controle da Norma Regulamentadora NR 10?

Para promover a segurança no ambiente de trabalho, a NR 10 prevê algumas medidas de proteção e controle. Conheça:

 

Desenergização

Uma das medidas prioritárias ao executar serviços de instalações elétricas é a desenergização, processo que tem como objetivo garantir a ausência total de tensão no circuito. Caso não seja possível, deve ser empregado a tensão de segurança.

Este serviço deve ser realizado por profissionais devidamente autorizados e capacitados e precisa seguir os seguintes passos, conforme a NR 10:

  1. seccionamento;
  2. impedimento de reenergização;
  3. constatação da ausência de tensão;
  4. instalação de aterramento temporário com equipotencialização dos condutores dos circuitos;
  5. proteção dos elementos energizados existentes na zona controlada;
  6. instalação da sinalização de impedimento de reenergização.

 

Aterramento

De acordo com a norma, as especificações do sistema de aterramento são medidas obrigatórias nas instalações elétricas unifilares das empresas.

Além disso, os projetos devem prever condições para adoção de aterramento temporário, também é necessário possuir a documentação referente a inspeções e medições relativas. 

 

Proteção

A norma regulamentadora NR 10 prevê medidas de proteção coletiva e individual para promover a segurança dos colaboradores.

No caso da coletiva, incluem o uso de dispositivos instalados e utilizados no ambiente de trabalho. Alguns exemplos são sinalização, barreiras e bloqueio do religamento automático, garras de bloqueio, bloqueio de disjuntores, etc.

Já a proteção individual se refere ao uso de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs), como capuz ou balaclava, protetores auriculares, óculos e viseiras, luvas e mangotes, coletes e macacões, etc.

 

Qual a Importância da Norma Regulamentadora NR 10?

A norma regulamentadora NR 10 é fundamental para garantir a saúde, a segurança e a integridade física dos profissionais que trabalham direta ou indiretamente com atividades que envolvam a eletricidade.

Por essa razão, o curso de NR 10 é obrigatório para todos os profissionais que atuam na área. Afinal, por meio da capacitação é possível descobrir como atuar de forma segura e reduzir riscos de acidentes.

 

Quais os Erros Mais Comuns em Serviços de Instalações Elétricas?

Além da capacitação, entender os erros mais comuns nos serviços de instalações elétricas também é uma maneira eficaz de prevenir riscos. Confira:

 

1. Contratação de Profissionais Sem Qualificação e/ou Certificação

A escolha de um eletricista com curso de qualificação é indispensável para garantir que a instalação elétrica do local seja realizada de acordo com as normas, com a capacitação necessária e total segurança.

 

2. Sobrecarga de Disjuntores

Ao usar o mesmo disjuntor para dois circuitos diferentes, é provável que sua instalação elétrica não funcione corretamente e ocorra sobrecarga.

Com isso, pode ocorrer um curto-circuito capaz de causar problemas sérios, como incêndio e queima de aparelhos elétricos.

 

3. Fios e Cabos Desbitolados

Fios e cabos desbitolados são aqueles que não possuem certificação e regulamentação da ABNT. Eles não devem ser utilizados pois comprometem a instalação elétrica.

 

4. Ausência de Instalação do DR

O equipamento de DR (Diferencial Residual) é um componente obrigatório, já que previne choques elétricos e promove segurança às pessoas que frequentam locais com instalações elétricas, especialmente em espaços úmidos, como cozinhas e banheiros.

 

5. Incompatibilidade de Disjuntores e Cabos Elétricos

Quando a corrente nominal do disjuntor não é compatível com a capacidade da condução da corrente e dos cabos a proteção dos cabos fica comprometida e há risco de curto-circuito.

 

Como Funciona os Cursos da Norma Regulamentadora NR 10?

O curso NR 10 básico é obrigatório para todos os profissionais que desenvolvem atividades que envolvam eletricidade, como eletricistas, técnicos eletricistas, eletrotécnicos, eletromecânicos e engenheiros eletricistas.

A carga horária é de 40 horas e você irá aprender sobre técnicas de análise de riscos, normas técnicas brasileiras, acidentes de origem elétrica, primeiros socorros, equipamentos de proteção individual e coletiva e muito mais. 

A validade do curso é de dois anos, após expiração do certificado, os profissionais devem realizar o curso de reciclagem NR 10, que possui a carga horária reduzida. 

 

Mantenha as certificações da sua equipe em dia! Saiba mais sobre o curso NR 10 básico do Instituto Santa Catarina! 

 

Conclusão

A norma regulamentadora NR 10 é uma importante medida para promover a segurança e a saúde dos profissionais que desenvolvem atividades e serviços elétricos.

Tantos empresas quanto os colaboradores devem atender a essas normas. As companhias precisam assegurar um ambiente de trabalho seguro, enquanto os profissionais devem estar capacitados para lidar com a eletricidade de maneira segura por meio do curso de NR 10.

Comentários
Enviar um Comentário

Estados Atendidos

Quero Receber as Novidades

Cadastre seu e-mail para acompanhar as novidades e novos cursos registrados no site